O boom dos chatbots: como isso pode mudar o atendimento

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O boom dos chatbots vem com grandes novidades e possibilidades de uso, melhorando o atendimento ao cliente. 

boom chatbots

As tecnologias estão dando a oportunidade das empresas melhorarem seus atendimentos com seus clientes. Redução de custos, respostas programadas, interação humanizada e auxílio durante dúvidas, tudo isso é concedido pelo chatbot.

Com o aumento das demandas, o chatbot vem evoluindo e com isso alguns lugares começaram a adotar esta tecnologia capaz até de fazer compras pelo cliente.

Nesse texto, você entenderá a importância que o chatbot tem para as empresas e quais as estratégias para se aplicar nele -como atendimento ao cliente e automação de processos repetitivos-, já que tantas marcas estão aderindo a tecnologia.

Qual a importância dos chatbots para as empresas?

Com o aumento de clientes usando as redes sociais para se comunicarem ou comprarem de empresas, elas precisam estar preparadas para responder e suprir a necessidade de seus consumidores sem que eles fiquem esperando horas por uma resposta ou com dificuldades em realizar compras.

Mas corresponder com o número de procura, as marcas precisam de um grande número de funcionários e gastos com treinamentos, certo? Errado! Com a intenção em reduzir gastos, automatizar processos repetitivos e interagir com o cliente, as marcas investem em chatbots.

Os chatbots funcionam, por mensagens, voz, imagens ou vídeos, dependendo do que as empresas precisam, eles conseguem conversar naturalmente com os clientes, ajudá-los na hora de fazer compras e tirar dúvidas.

Vantagens no uso

Os chatbots são adaptados do jeito que a empresa preferir, se encaixando com o perfil da marca e com uma linguagem simples e clara, que o público-alvo se relacione e consiga tirar todas as dúvidas e obter a ajuda que precisa, independente do porte da empresa. A seguir confira 5 vantagens do uso de chatbots.

  • Sempre online

É difícil achar uma empresa que esteja sempre disponível para o cliente, mas os chatbots ficam online 24 horas durante os 7 dias por semana, atendendo sempre o cliente, se ele precisar de ajuda com alguma compra, lidando com qualquer situação de forma autônoma.

Um grande diferencial, já que nem todas as marcas estão o tempo todo online. Apenas em casos extremos, o chatbot irá transferir o cliente para um atendente humano.

  • Redução de custos

Por poder auxiliar o cliente durante todo o processo de compra e dúvidas, o chatbot permite que a empresa tenha um número pequeno de funcionários e ainda assim consiga dar conta da demanda, já que a marca não precisa ter gastos excessivos com mais atendentes e treinamentos.

  • Multicanal

Os chatbots tem a versatilidade de serem usados em qualquer aplicativo de mensagem. Mas é importante que nos diferentes canais de comunicação ele não fuja muito da linguagem e de como conversar, mas visando sempre se encaixar com o jeito do cliente.

  • Aumento da satisfação dos clientes

É preciso entender que uma boa experiência de compra pode fazer o cliente se decidir caso ele irá finalizar a compra, e até possivelmente voltar a comprar da marca.

Os chatbots conseguem melhorar essa experiência, já que estarão com o cliente durante todo o processo de compra, ajudando a escolher o melhor produto, dando as melhores ofertas e tirando dúvidas. Se assegurando de que a interação não seja forçada.

  • Coleta de dados

A gestão guiada por dados está em alta no mundo das empresas. Com o avanço da tecnologia, as marcas podem captar e analisar um grande volume de informações, isso pode ajudar para que se possa ter mapeado o comportamento do público-alvo, facilitando no planejamento estratégico.

Os chatbots conseguem coletar dados valiosos, como o perfil das pessoas atendidas, a duração de cada interação, e até mesmo os assuntos mais recorrentes, sendo tudo bem armazenado e que podem ser usados pela empresa em ações futuras.

O que esperar do boom dos chatbots?

Mesmo sendo algo comum em empresas, o chatbot vem crescendo podendo ser usado não apenas como um robô que conversa com o cliente, mas que acompanha todo o processo, entende áudio e como estratégias na hora de aumentar sua venda, por isso é preciso estar atento a sua ascensão.

  • Pequenos e médio negócios

Muitas pessoas ainda pensam que robôs que conversam com pessoas são de propriedade apenas de empresas grandes, e sim, marcas conhecidas pelo mundo investem muito tempo e dinheiro nessa tecnologia, mas esse recurso está presente também nas pequenas e médias empresas, facilitando e proporcionando agilidade no atendimento, por exemplo.

  • Mais inteligentes

Existem dois tipos de chatbots, um é o chatbot de regra, que funciona exatamente como foram treinados e não saberá responder algo que não entende, o outro chatbot é o que contém inteligência artificial (IA), eles conseguem entender melhor conforme vão interagindo e sendo treinados. Dessa forma, conseguem se envolver em processos complexos, mesmo sem intervenção humana o tempo todo.

Mesmo assim, o chatbot de IA e o de regra, estão crescendo gradativamente para suprir as necessidades das empresas.

  • Captação de dados

Os chatbots conseguem captar e organizar dados de toda a interação que realizar, o que possibilita a empresa ver qual é o seu público-alvo, perfil e até mesmo definir estratégias. Esses dados, podem ser utilizados na hora de traçar o perfil do chatbot, a melhor forma que ele pode falar com o consumidor. Os dados que trafegam além dos sites e redes sociais das empresas, também são captados pelo chatbot .

  • Mensagens de voz

O chatbot agora entende mensagens por voz, então se você mandar um áudio ele responde. Essa facilidade, dá menos trabalho para o usuário e deixam a conversa natural, já que muitas pessoas preferem conversar por mensagens de voz.

Leia também – Chatbot: 5 principais vantagens para as empresas

 

Estratégias para o uso eficiente de chatbots

Invista em melhorias permanentes, mesmo que os avanços tecnológicos aconteçam frequentemente, o chatbot da sua empresa pode sempre trazer uma linguagem melhor, ou uma personalidade que combine com a marca, deixando seu “robô” o mais natural possível.

Dessa forma, existe o receio de que os chatbots possam ser frios com os compradores, fazendo as relações serem superficiais, mas ele pode se adaptar às necessidades do cliente, linguagem e perfil da empresa, e ainda é possível avaliar compras antigas, podendo ofertar novos produtos similares ou até descontos.

Além de ter uma linguagem de escolha e armazenar dados, o chatbot pode ser usado em quaisquer aplicativos de mensagens, essa capacidade multicanal é valiosa, já que os clientes optam por canais de sua preferência, e se a marca estiver presente em várias delas, não ocorrerá o risco de perder compradores.

Mas de nada adianta apenas ter um chatbot em vários canais e deixar ele rolar, é preciso ter pensamento estratégico de como ele vai funcionar, entenda em quais partes da empresa ele pode se encaixar e como ele pode ajudar o cliente.

Como chatbot funcionando, estabeleça as estratégias que vão ser seguidas e analise os conteúdos e público-alvo, dessa forma fica mais fácil saber onde aplicar o software para obter resultado, e seguindo essas dicas, o seu chatbot trará resultados duradouros e crescimento para a marca.

A ascensão do chatbot vem com grandes novidades e possibilidades de uso, se encaixando em novos formatos e ajudando as empresas.

Gostou das nossas dicas? A New Way é a solução digital que pode melhor te atender. Entre em contato e conheça nossos serviços.

 

Por: Gabrielle Aguiar

Newsletter
Receba novidades!