O uso de chatbots no comércio varejista: benefícios e desafios

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Veja como essa nova tecnologia pode ajudar a se relacionar com clientes e potencializar vendas.

Autor: Comunicação New Way

1-AggdVB0XwS512izf4dVgpg

O uso de inteligência artificial para ajudar no processo de comercialização já é uma realidade e está presente nas mais diferentes marcas, de pequenas à grandes empresas. Mas como, de fato, a utilização de chatbots pode ajudar sua empresa e seu cliente a criarem um relacionamento duradouro e frutífero para ambos?

Como funcionam os chatbots?

Os chatbots são uma ferramenta de inteligência artificial que utiliza e processa a linguagem natural do dia a dia para a criação de conversas, em vários tipos de canais de mensagem, que guiam para um objetivo final e fixo.

No comércio, esse objetivo deve ser a venda para o cliente.

A partir disso, esses robôs podem armazenar informações sobre esse consumidor e criar um perfil, oferecendo opções, dicas e ofertas que se encaixam na preferência dele.

Com a ajuda dos chatbots, seu cliente pode fazer uma pesquisa mais profunda do que está comprando, com informações que talvez um atendente em uma loja física não consiga oferecer.

Esse cliente também pode ir diretamente para compra de um produto específico que ele já estava de olho.

Chatbots substituem atendentes?

Mas os chatbots não são uma completa substituição de atendentes ou vendedores.

É bem provável que alguns clientes tenham tantas perguntas para ficarem seguros sobre o que estão consumindo, que nem mesmo um chatbot tenha tanta informação armazenada para satisfazer esse comprador, caso ele tenha alguma dúvida ou reclamação.

Nesse contexto, os chatbots atuam para ajudar a evoluir o relacionamento com clientes, resolvendo gaps e otimizando o trabalho nas centrais, não sendo uma ferramenta que simplesmente substitui o humano.

Antes de pensar em aplicativo, pense em chatbot

Além de tudo isso, os robôs podem prevenir sua empresa de fazer um gasto desnecessário com um aplicativo da marca.

Pesquisas recentes mostram que usuários tendem a excluir um aplicativo após apenas um único uso, ao contrário de aplicativos de mensagens como o Facebook Messenger e o WhatsApp, que crescem exponencialmente em número de usuários e tempo de utilização durante o dia.

Com isso, sua empresa economiza e facilita o caminho para o consumidor, que não precisa fazer um novo cadastro e aprender a manusear uma ferramenta com que ele não está acostumado.

Os desafios

Apesar de oferecer e ajudar em mil e uma utilidades, o primeiro contato com os chatbots pode ser um pouco estranho.

Talvez o robô não entenda onde o cliente quer chegar com aquela determinada pergunta, dependendo de como ela foi formulada. Mas é esse tipo de situação que faz com que a IA aprenda e melhore o seu serviço.

Nesses casos, é recomendado oferecer uma saída para o cliente falar com uma pessoa real, talvez por um chat ao vivo ou por telefone.

Facilitar todos os caminhos para quem vai comprar é o melhor jeito de deixar esse consumidor feliz e pronto para começar uma relação com a sua marca.

Apesar de estarmos em uma fase inicial de presença dos chatbots, é importante frisar as possibilidades oferecidas pela ferramenta para facilitar tanto a vida de quem consome quanto para aliviar a carga de trabalho de funcionários humanos, viabilizando uma larga escala de informações utilizáveis para satisfazer o cliente.

E isso só tende a melhorar com o tempo.

E a sua empresa, já conta com a ajuda dos chatbots?

Conte com New Way para te ajudar a analisar as necessidades do seu negócio e começar a implantação de chatbots. Fale conosco.

chatbots

22/05/2017

Newsletter
Receba novidades!